Avaliações de clientes

Avaliado no Brasil em 21 de agosto de 2021
No início do livro, o delegado diz para repórter uma frase que irá nortear a trama por quase todo o livro: "Os assassinatos ocorrem ou por inimizades ou por amor".
Deste ponto o autor passa a discorrer a história sobre os olhos da repórter e sobre os olhos da garota assassinada.
Achei a história muito bem fluída e envolvente.
Ao avançar as páginas, o livro vai nos apresentando alguns suspeitos. Todos eles pertencentes ao ciclo de vida da garota.
Desde o início achei um dos suspeitos o mais provável, pelo fato de ocorrerem alguns acontecimentos os quais tiveram grande impacto em sua vida. Além, claro, da obsessão que ele tinha sobre a garota. Aliás, amores obsessivos eram os sentimentos que mais rodeavam os garotos que eram próximo à menina!
Porém o autor tenta confundir o leitor com um acontecimento sobre esse principal suspeito. Desse ponto, passei descartá-lo pois dificilmente alguém sobreviria ou se sobrevivesse não teria condições de viver sozinho na sociedade. Para minha surpresa, no final do livro o autor trás esse indivíduo de volta à história com uma explicação meio esdrúxula de como ele sobreviveu e estava vivendo. Achei essa parte bem forçada.
Apesar dessa escorregada, o livro me prendeu do início ao fim.
Retirarei meia estrela por causa desse acontecimento que me desagradou.
Nota: 4,0 em 5,0 estrelas.
Informar abuso Link permanente